Você é um líder que é seguido?

De alguma forma e em algum momento em nossa vida todos nós já tivemos chefes, bons e maus. Alguns nos marcaram para sempre com uma boa impressão, outros nos ajudaram a odiar o trabalho que fazíamos. Mas muitos de nós nunca realmente tivemos contato com um líder. Um líder é aquele que as pessoas seguem mesmo quando não são obrigadas. Elas seguem por escolha.

Se olharmos o exemplo de líderes como Martin Luther King Jr, Gandhi, Nelson Mandela; todos eles começaram com nada além de uma ideia, que as pessoas seguiram e tomaram como verdade.

“Líder é aquele que conhece o caminho, caminha o caminho e mostra o caminho.” – John C. Maxwell. 

Mas como deixar de ser um chefe e passar a ser um líder em seu negócio, na sua escola, na sua comunidade, no seu clube, em sua casa, ou no ambiente em que está inserido?

Apesar dos termos serem semelhantes no que se refere à hierarquia, há uma grande diferença entre ser líder e ser chefe. Comandar uma equipe exige mais do que apenas atribuir funções e supervisioná-las, responsabilidades inerentes à chefia. É necessário saber inspirar os colaboradores e trabalhar junto com eles para mantê-los sempre motivados e dispostos a oferecer o seu melhor. E essas capacidades só podem ser encontradas em quem exerce efetivamente uma liderança.

Nesse sentido, podemos dizer que um líder pode ser um chefe, mas um chefe não pode ser um líder. Distribuir ordens e cobrar resultados é uma responsabilidade de todos os superiores, mas o que destaca um bom líder é a forma como ele faz isso. Ele não somente avalia o processo produtivo, como também participa ativamente de cada etapa, orientando e inspirando os seus liderados a seguirem na mesma direção.

A famosa relação centralizadora em que “manda quem pode e obedece quem tem juízo”, estabelecida pela maioria dos chefes, acaba gerando um sentimento de medo entre os colaboradores. Na maioria das vezes, os superiores que seguem esse tipo de conceito, enxergam seus subordinados apenas como números e impõem as suas ordens da maneira como julgam ser melhor. Já o líder é um motivador, conhece todos os membros de sua equipe e sabe valorizar as habilidades de cada um. Por esse motivo, ele desperta o respeito nas pessoas ao seu redor.

O chefe está somente voltado a alcançar resultados, enquanto o líder sabe que para atingir as metas com sucesso precisa investir no desenvolvimento pessoal e profissional de seus colaboradores. Ele sabe atribuir tarefas respeitando as limitações de cada um dos seus liderados e os ajuda a superá-las. Por não valorizar apenas os resultados e sim o caminho para que eles sejam obtidos, o líder consegue uma produtividade maior e com mais qualidade.

Como os resultados são melhores quando elaborados por uma equipe motivada, as empresas estão cada vez mais procurando pessoas com as qualidades de liderança para exercer os cargos de direção. Profissionais proativos, influentes, comunicativos, que saibam orientar e se colocam sempre à disposição para ajudar são os que mais se enquadram nesse perfil.

Apesar de alguns demonstrarem ter vocação para isso, todos podem aprender como se tornar um líder. Se você pretende ocupar um cargo de gestão, precisa desenvolver as habilidades que caracterizam um bom líder. Para isso, você precisa investir em seu desenvolvimento pessoal e profissional.

 

Saiba mais sobre Business & Executive Coaching.

Rejane Bussolotto
Rejane Bussolotto
Personal e Business & Executive Coach formada pelo Instituto Brasileiro de Coaching, consultora comportamental (DISC – Assessment) e consultora 360°. Formação em Desenvolvimento Pessoal e Profissional, Practitioner em PNL (Programação Neurolinguística), neurocoaching e mentoring; formada pelo Instituto Eduardo Shinyashiki. Bacharel em Administração de Empresas com Ênfase em Recursos Humanos pela FSG (Faculdade da Serra Gaúcha), e MBA em Gestão de Pessoas & Coaching pelo Instituto Brasileiro de Coaching.

Os comentários estão encerrados.