Por que ser motivo de inveja vai mudar sua vida

Quando bem administrada, a inveja é uma geradora de mudanças

Não se sinta culpado se você sente inveja de alguém e, principalmente, não se sinta culpado se você causa inveja a alguém. A inveja bem administrada é uma geradora de mudanças!

O problema da inveja é que ela foi mau interpretada, vista como pecado, olho gordo e demais crendices populares. Mas a grande verdade para mim é a seguinte: você tem duas atitudes perante este sentimento. Primeira: continuar invejando o que você não tem. A outra, é usar isso de força para alcançar esse objetivo ou situação que te faz sentir inveja.

A inveja vem do latim “invidere” que significa “não ver”. Com o tempo essa definição foi perdendo o sentido e foi confundida com a palavra cobiça, que resultou no sentido que temos hoje. Vista como um pecado, um erro, uma vergonha, cobiçar o que não é seu não é permitido.

Acontece que nenhum ser humano está livre de sentir inveja, mesmo que não assuma isso em voz alta, ou ainda, que diga que está com “inveja branca”, ou seja, que queria ter ou ser o que outro alguém mostra, mas não seria capaz de causar nenhum mal por isso.

O sentimento de inveja vem da frustração de não se sentir capaz de ter o mesmo que o outro. Mas veja bem, eu disse não se sentir capaz. O que é muito diferente de não SER capaz. Você tem plena condição de se esforçar para ter o que quiser na vida. O que acontece é que muitas pessoas não estão dispostas a pagar esse preço para ter o objeto da sua inveja. Então silenciam seu desejo na vitimização de se sentir incapaz, injustiçado, inferior.

Podemos falar da inveja de um corpo perfeito, mas quantos estão dispostos a cuidar da sua alimentação incansavelmente e praticar exercícios? Quando falamos da inveja por bens materiais ou inteligência, quantos estão dispostos a trabalhar, suar fazendo hora extra, dedicar seu fim de semana aos estudos, para perseguir seu foco até alcançar o resultado que deseja?

Se fosse fácil, qualquer um conseguiria, ja dizia o profeta. A zona de conforto que a inveja proporciona por meio do vitimismo é muito comum. O que talvez você não saiba é que sair desse buraco negro só depende de você. A escolha sempre está em suas mãos.  Qual atitude você prefere ter quando a inveja bater à sua porta?

Ah, e uma dica para os que são invejados: Nunca deixem sua luz apagar, nunca se diminuam para fazer o outro se sentir melhor. Sejam plenos e saibam que sua missão de inspirar os outros é muito importante. Faça sempre o seu melhor e torça para que os que te invejam passem a te seguir e melhorar a si mesmo. Tudo se aprende por meio do exemplo alheio. Keep walking!

Carolina Maino
Carolina Maino
Graduada em Relações Públicas com MBA em Gestão Empresarial pela FGV, Possui formação internacional em Coaching pela SLAC (Sociedade Latino Americana de Coaching), é Analista de Professional Assess Certification, desenvolvendo habilidades de avaliação e construção de Modelo de Competências, Analista DISC (Avaliação de Perfil Comportamental) e Practitioner em Programação Neurolinguística.

Os comentários estão encerrados.