Como anda sua Inteligência Emocional?

Você já perdeu alguma oportunidade profissional por falta de autoconfiança e autoestima?
Você tem dificuldades nas suas relações por não conseguir se comunicar e expressar com clareza suas necessidades, gerando conflitos frequentes?
Você não tem segurança para tomar decisões e acaba esperando a opinião ou aprovação das outras pessoas?
Quanto à falta da Inteligência Emocional está interferindo na sua vida?

O modo como interagimos com nossas emoções e as regulamos tem repercussões em quase todos os aspectos de nossa vida. Segundo Daniel Goleman, psicólogo e escritor responsável por popularizar o conceito em todo o mundo por meio de seu livro: “Inteligência Emocional é a capacidade de identificar nossos próprios sentimentos e os dos outros, de motivar a nós mesmos, e de gerenciar bem as emoções dentro de nós e em nossos relacionamentos.” Goleman ensina que a compreensão das emoções é essencial para o desenvolvimento da inteligência de um indivíduo e é a maior responsável pelo sucesso ou insucesso das pessoas.

A inteligência racional (QI – Quociente de Raciocínio Lógico) só considera alguns aspectos da inteligência, ou seja, aqueles ligados a pensamentos lógicos, matemáticos e analíticos, a inteligência emocional permite identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, aprendendo a administrar nossas emoções de forma positiva e ainda a nos motivar para atingir nossas metas. O cérebro emocional é muito mais rápido que o cérebro racional. Enquanto as emoções levam o ser humano à ação, sua razão continua pensando e analisando.

Nesse sentido, entender que somos movidos principalmente pela emoção é o primeiro passo para começar a desenvolver a Inteligência Emocional. E esses são alguns dos benefícios:

– Aumento da autoestima e autoconfiança;
– Melhora da capacidade de tomada de decisão;
– Redução de conflitos em relacionamentos interpessoais;
– Senso de responsabilidade e melhor visão de futuro;
– Desenvolvimento da comunicação;
– Maior clareza nos objetivos e ações;
– Diminuição dos níveis de ansiedade e estresse;
– Compreensão da visão de mundo e dos sentimentos das outras pessoas;
– Aumento do nível de felicidade;
– Superação de barreiras;
– Melhor administração do tempo e melhora significativa da produtividade;
– Maior realização pessoal, familiar e profissional;
– Aumento da qualidade de vida, mais disposição, vitalidade e bem-estar.

 

A Inteligência Emocional é desenvolvida e utilizada durante todo o processo de Identidade Pessoal & Mentoring. Se você quer ser protagonista da sua história, está na hora desenvolver esta inteligência!

 

Michele de Matheo
Michele de Matheo
Tem formação em Marketing e Propaganda pela Universidade do Norte do Paraná, Self Coach, Professional Coach, Leader Coach, Analista Comportamental e Extensão Universitária pelo Instituto Brasileiro de Coaching.

Os comentários estão encerrados.