10/04/2019

O amor cego

“No amor cego, os filhos comungam com a infelicidade de seus pais repetindo situações de vida difíceis sofridas por eles.” (Bert Hellinger) O amor permeia toda nossa existência. Nascemos através do amor de um homem e uma mulher. Dentro de nossas famílias nos ligamos uns aos outros através do amor. Quando partimos para o mundo é através dele que também nos ligamos às pessoas, seja na amizade, seja no relacionamento de casal.   E é o amor o nosso primeiro sentimento, amor por nossa mãe. Esse amor é tão profundo e ilimitado que uma criança é capaz de acreditar no […]
13/03/2019

Eu aceito o outro como ele é quando reconheço que sou como sou

“Respeitar, significa, antes de tudo reconhecer. Respeitar uma pessoa é reconhecer que ela existe, que é como é, e que é certa da maneira como é. Isso pressupõe que eu me respeite da mesma forma – que eu reconheça que existo, que sou como sou e que, tal como sou, também sou certo.” (Bert Hellinger) Vivemos um momento de muita intolerância. Opiniões diversas não são aceitas. Pessoas diferentes são discriminadas. Atitudes contrárias são abominadas. Enfim, vivemos em um momento de muitas intolerâncias, imposições e frustração. E não, não estou me referindo a política. E sim, aos seres humanos e suas […]
06/02/2019

Traumas Primários

Cuide da criança e o adulto será curado. Com essa reflexão eu começo esse texto. Temos muitas crianças dentro de nós, cada uma delas vem de um momento da nossa vida e a forma como essas crianças foram acompanhadas ou deixadas lá atrás tem um forte impacto em como nosso adulto reage às situações. Sabemos que a infância é, tanto na perspectiva da biologia quanto das abordagens terapêuticas, uma etapa decisiva na vida do ser humano. Isto não significa que quem enfrentou dificuldades enquanto criança, por exemplo, será necessariamente um adulto com muitos problemas ou que uma criança que teve […]
16/01/2019

Entre a boa e a má consciência

“ O que assegura nosso direito de pertencimento, sentimos como bom.” (Bert Hellinger) Bert Hellinger observou que as pessoas faziam coisas consideradas ruins com sentimentos de inocência e coisas boas com culpa e que o fator determinante para isso estava ligado, especialmente, ao seu vínculo familiar. Segundo ele, a boa consciência é o lugar conhecido, são as velhas verdades e a má consciência é o novo, as novas verdades, os novos caminhos. Adentramos na má consciência quando pensamos, sentimos e fazemos algo que não está em sintonia com as expectativas e as exigências das pessoas e grupos aos quais queremos […]
12/12/2018

O que passou, passou. Diga sim ao passado!

A constelação familiar tem como um dos seus principais objetivos olhar para o passado, aceitar ele, deixar ele em seu lugar para que seja possível olhar para o futuro e caminhar em sua direção sem o peso daquilo que passou. É impossível olharmos e caminharmos em direção ao nosso futuro quando estamos mal resolvidos com nosso passado.
07/11/2018

O que acontece depois da constelação?

Muitas pessoas me perguntam o que acontece depois de uma sessão de constelação, a maior curiosidade é sobre a vida, se a vida muda de uma hora para outra, se depois das constelações as coisas começam a acontecer de forma mágica… sinto muito decepcionar os ansiosos mas a resposta é não. A constelação não faz com que a vida se alinhe de um dia para o outro, a constelação não muda a vida imediatamente, a constelação não traz soluções prontas para serem executadas. A constelação muda a sua forma de ver a vida, a sua forma de olhar para a […]
17/10/2018

Quando você concentra na dor você sofre, quando você concentra na lição você evolui

“Tudo aquilo de que me lamento ou queixo, quero excluir. Tudo aquilo a que aponto um dedo acusador, quero excluir. A toda a pessoa que desperte a minha dor, estou a excluí-la. Cada situação em que me sinta culpado, estou a excluí-la. E desta forma vou ficando cada vez mais empobrecido.” (Bert Hellinger)
25/09/2018

Só se pode amar o imperfeito

“O perfeito não nos atrai. Descansa em si mesmo, bem longe da vida normal. Só se pode amar o imperfeito. Somente o imperfeito resulta um impulso de crescimento, não do perfeito.” (Bert Hellinger) Mesmo que não tenhamos vontade olhar para o que nos incomoda em nós mesmos, reconhecemos nossa imperfeição e buscamos um parceiro imperfeito para que possamos nos sentir iguais e para seja possível haver uma troca. Com cada relação trocamos e crescemos mais, eis aí a importância de reconhecer e respeitar nossas relações anteriores, pois por mais difícil que tenha sido, todas as relações sempre trazem lições e […]
28/08/2018

A importância do Pai no sistema familiar

“Somente na mão do pai a criança ganha um caminho para o mundo. As mães não podem fazê-lo. O amor dele não é cuidadoso nesta forma como é o amor da mãe. O Pai representa o espírito. Por isso o olhar do pai vai para a amplitude. Enquanto a mãe se move dentro de uma área limitada, o pai nos leva para além desses limites para uma amplitude diferente.” (Bert Hellinger) Dentro de um sistema familiar homem e mulher são equivalentes, porém no que se refere aos filhos, pai e mãe tem funções diferentes. A mãe é quem carrega no […]
18/07/2018

O perdão na visão das constelações

“Não se deve pedir perdão. Um ser humano não tem o direito de perdoar. Nenhum ser humano tem esse direito. Quando alguém me pede perdão, empurra para mim a responsabilidade por sua culpa. (…) No ato de perdoar existe sempre um desnível de cima para baixo, que impede uma relação de igualdade. Pelo contrário, se você diz “sinto muito”, você se coloca de frente para o outro. Então você preserva sua dignidade, e para a outra pessoa é bem mais fácil ir ao seu encontro do que se você lhe pedir perdão.” (Bert Hellinger) Nas constelações não se pede perdão […]