A mudança começa no Líder

Na maioria das vezes quando sou procurada por um cliente para trabalhar liderança, as principais dúvidas dele são: Como criar mais comprometimento da equipe? Como fazer que a motivação não acabe quando se chegam às metas? Ou ainda: minha equipe é acomodada. O que eu faço para ela “acordar”? São vários questionamentos que na maioria das vezes têm uma resposta não muito agradável aos gestores: o primeiro passo é você dar o exemplo!

Os funcionários são reflexo do que o dono da empresa ou do que os líderes são. Se você é mal atendido em um estabelecimento ou não tem seus problemas resolvidos e já passou por constrangimentos com algum profissional, é bem provável que eles sejam exatamente como seus líderes os incentivam a ser. Ninguém tem o poder de mudar as pessoas, mas é totalmente possível influenciá-las e isso traz um tremendo benefício no setor profissional.

Em empresas como o Google, os funcionários são constantemente instigados a criar, a inovar, através de uma competitividade interna e saudável. As metas são consequências, mas os líderes e o dono da empresa estão participando de todo o processo, dia após dia. Com pontualidade, respeito foco e ética, os líderes atraem seus profissionais e todos acabam seguindo estes exemplos e desempenhando melhor seus papéis, em cada setor da empresa.

É imprescindível que o líder dê os primeiros passos para o sucesso de sua equipe. Imagine um gestor de um time de vendas que sequer realiza prospecção, vendas, pós-venda, mas cobra o tempo todo resultados. Não vai dar certo. A postura do líder também conta: etiqueta, educação, respeito e ética refletem nos resultados do desempenho profissional. Existem casos onde alguns funcionários se referem aos seus líderes como: “Esse não tem moral para cobrar de ninguém aqui”.

E hoje umas das formas mais eficazes de potencializar a liderança é praticando com o Coach: a partir do autoconhecimento, o indivíduo começa a trilhar um novo caminho, mais seguro, equilibrado e com foco nos resultados. Com um acompanhamento periódico, variando de acordo com o profissional, metodologia e objetivos. Então o coachee (o cliente), se supera a cada dia, ultrapassando seus limites e fortalecendo sua atuação em todas as áreas da vida.

O papel do novo líder é saber tratar de pessoas, porque é ele quem tem a capacidade de incentivar sua equipe a vencer, estimulando cada potencial, agindo como um coach. E se a equipe vai bem, a empresa idem e o Líder destaca-se. Pense se isso faz algum sentido para você e mude sua vida profissional.

 

 

Rejane Bussolotto
Rejane Bussolotto
Personal e Business & Executive Coach formada pelo Instituto Brasileiro de Coaching, consultora comportamental (DISC – Assessment) e consultora 360°. Formação em Desenvolvimento Pessoal e Profissional, Practitioner em PNL (Programação Neurolinguística), neurocoaching e mentoring; formada pelo Instituto Eduardo Shinyashiki. Bacharel em Administração de Empresas com Ênfase em Recursos Humanos pela FSG (Faculdade da Serra Gaúcha), e MBA em Gestão de Pessoas & Coaching pelo Instituto Brasileiro de Coaching.

Os comentários estão encerrados.