A importância do Pai no sistema familiar

“Somente na mão do pai a criança ganha um caminho para o mundo. As mães não podem fazê-lo. O amor dele não é cuidadoso nesta forma como é o amor da mãe. O Pai representa o espírito. Por isso o olhar do pai vai para a amplitude. Enquanto a mãe se move dentro de uma área limitada, o pai nos leva para além desses limites para uma amplitude diferente.” (Bert Hellinger)

Dentro de um sistema familiar homem e mulher são equivalentes, porém no que se refere aos filhos, pai e mãe tem funções diferentes. A mãe é quem carrega no ventre, quem nos sente crescer, quem nos alimenta nos primeiros meses de vida e quem zela por nós. O pai é quem amplia o horizonte, dá confiança, complementa nossa coragem quando necessário.

A mãe vê o filho como uma extensão de si mesma e, por isso, faz de tudo para evitar qualquer dor, qualquer tombo, qualquer tropeço. O pai reconhece a individualidade do filho e incentiva a sua liberdade, as suas descobertas, o seu crescimento.

Na visão sistêmica o pai é futuro, é quem abre os caminhos, é quem complementa nossa coragem quando necessário, é quem nos dá a liberdade, é o responsável por apresentar o mundo, é dele que recebemos a força para ir para a vida. Somos metade nosso pai e metade nossa mãe. Não aceitar o pai é não aceitar a sua realidade, o que já compõe você.

Por isso é fundamental curar a relação com o pai aceitando ele da maneira como ele é, dizendo sim para ele com todos os seus defeitos e reconhecendo que ele fez o melhor que podia com as informações que ele tinha. Se a relação com o pai for difícil o filho deve reconhecer que o mínimo que ele fez já foi suficiente, pois lhe gerou a vida e ela não tem preço.

Quando, finalmente, o filho consegue aceitar seu pai, ele fica em paz consigo mesmo, sente-se inteiro e com mais força para caminhar em direção à vida, a prosperidade, a profissão e ao mundo. Nesse contexto, a Constelação Familiar funciona como ferramenta para identificar quais são esses padrões de comportamento de grupos familiares, medos, dificuldades, doenças e incompreensões que nos foram transmitidos e, com essa consciência, caminhar em direção a solução ou cura. Saiba mais sobre Constelação Familiar clicando aqui.

 

Mariana Michelon
Mariana Michelon
Mariana é consteladora familiar formada pela Universidade de Caxias do Sul em parceria com o CELPI, Professional & Self Coach formada pelo Instituto Brasileiro de Coaching, advogada formada pela Universidade de Caxias do Sul.

Os comentários estão encerrados.