A comida não é sua inimiga

Quando estamos acima do peso e decidimos emagrecer o maior obstáculo que encontramos é o “PARAR DE COMER”. Logo no início você já começa a pensar que não vai mais poder comer chocolate, nem lanches, pensa em tirar o açúcar da sua vida e acredita que para que você consiga emagrecer precisa restringir o máximo sua alimentação. Dessa forma, inicia o seu radicalismo em relação ao que você come, sua vontade é parar de comer todos esses alimentos, mas seus pensamentos te levam a ter vontade de comê-los a todo momento.

 

Você não consegue despertar o desejo de comer uma refeição com verduras e legumes e então, nesse momento, você inicia uma batalha contra a comida. Passa a acreditar que a comida é sua inimiga, que só de sentir o cheiro dela você já engorda, se acha vítima do mundo e tem a convicção que para perder peso precisa sofrer. Quanto mais você tenta não comer, mais você come. As dietas restritivas que você faz, não duram uma semana e quando você consegue seguir por um período maior, você até emagrece, mas, em seguida, volta a comer e engorda tudo novamente.

 

Esse processo te leva ao tão temido estado do efeito sanfona, que reforça sua crença de que você não pode comer, pois só de respirar o aroma da comida você engorda. Esse ciclo vicioso que você se encontra, essa briga diária que você tem com a comida, faz com que você desista da cansativa batalha “VOCÊ X COMIDA” onde sempre sai derrotado. A soma dessas derrotas te deixa desmotivado fazendo com que desista do seu objetivo inicial. Sua vida fica triste e sem sentido, afinal, você se sente fracassado por não cumprir aquilo que se determinou.

 

Se você se identifica com essa situação toda, pode respirar aliviado porque existe solução para isso. A solução é entender que a COMIDA NÃO É SUA INIMIGA E SIM UMA ALIADA PARA A CONSTRUÇÃO DA VIDA QUE VOCÊ SEMPRE QUIS TER. Pare para olhar para a sua vida e pense o que você alimenta: seu corpo ou suas emoções? Seu corpo precisa de alimentos com nutrientes para se manter funcionando (nesse caso uma refeição equilibrada seria o suficiente), enquanto que suas emoções, precisam de alimentos com paladar forte, principalmente o sabor doce (nessa situação à “FOME” só cessa quando sua barriga chega a doer de tanto que comeu). Analisando essas duas situações, quem é o seu pior inimigo: a comida ou você mesmo?

 

Aprenda a entender as suas emoções, assim elas não sentirão mais fome e você poderá escolher a forma como você alimenta seu corpo. Quando você aprender a se relacionar de uma forma leve com a comida, sem medo, você vai conseguir usar ela a seu favor.

CURE O MEDO QUE VOCÊ TEM DE ENCARAR AS SITUAÇÕES NA SUA VIDA, ASSIM VOCÊ NÃO TERÁ MAIS MEDO DA COMIDA.

 

Natália Pezzi - Autora Convidada
Natália Pezzi - Autora Convidada
Self Coach, Professional Coach, Life Coach, Leader Coach, Analista comportamental e Extensão Universitária pelo Instituto Brasileiro de Coach - IBC. Vivência em Emagrecimento e Resgate da Autoestima. Formação em Biomedicina pelo centro Universitário Feevale.

Os comentários estão encerrados.